Notícias Otocentro

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez: 6 cuidados para preservar a audição

Campanha objetiva conscientizar as pessoas sobre a importância do cuidado com a saúde auditiva

Neste dia 10 de novembro, o País alerta à população sobre a importância das ações de combate e prevenção à surdez.
 
Surdez é a diminuição da capacidade de ouvir abaixo de níveis considerados normais. Ela pode ser leve, moderada ou grave.
  
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo menos 800 milhões de pessoas sofrem alguma perda auditiva no mundo.
 
Segundo dados da Sociedade Brasileira de Otologia (SBO), de cada mil crianças nascidas no País, de três a cinco já nascem com deficiência auditiva. Entre os 20 e 40 anos de idade, a surdez acomete 15% das pessoas. Já acima dos 70 anos, a prevalência pode chegar a 50%.
 
Na pesquisa da perda auditiva, há exames adequados para todas as idades. O exame das otoemissões acústicas (teste da orelhinha) é obrigatório em todos os recém-nascidos. Nas crianças maiores e adultos, a audiometria é realizada como um check-up de rotina da saúde auditiva. Ambos são exames simples, rápidos, indolores, sem riscos e realizados em inúmeras clínicas de otorrinolaringologistas e fonoaudiologia, na maioria das cidades do País.
 
Na terceira idade, devido ao envelhecimento natural dos órgãos, o problema aparece com certa frequência, sendo mais perceptível após os 65 anos. E já foi comprovado que a perda auditiva no idoso é um dos mais importantes fatores de desagregação social. Estudos publicados nos últimos anos comprovam também os danos ao funcionamento cerebral causados pela perda de audição. Mesmo níveis "pequenos" de surdez, se não tratados, aumentam a chance de se remodelarem as conexões neuronais ou mesmo a diminuição da massa cerebral, com maior risco de demências, como a doença de Alzheimer. A notícia boa é que a reabilitação da audição através de aparelhos auditivos ou implantes cocleares minimiza ou até mesmo elimina esses riscos.
 
 Algumas medidas de prevenção são essenciais para manter uma audição saudável. São elas:
 
- Respeite os intervalos de repouso sonoro quando a exposição a altos níveis de intensidade é constante;
 
2 - Use protetores auditivos quando recomendado, principalmente em locais de trabalho que causam risco à audição pela exposição a altos níveis de intensidade sonora;
 
3 - Objetos pontiagudos devem estar sempre afastados do ouvido;
 
4 - O cotonete deve ser usado para limpeza do excesso de cera na parte mais externa do ouvido e para secar a orelha. Jamais deve ser introduzido no canal;
 
5 - Evite a automedicação;
 
6 - Evite a exposição prolongada a sons em forte intensidade. Para isso, controle o volume do seu smartphone, TV ou som do carro. 
 
  
Cuide-se!
Home | Hospital | Especialidades | Corpo Clínico | Exames | Cirurgias | Convênios | Orientações | Notícias | Contato
Hospital Otocentro - Rua Martin Luther King, 635 - Jardim Lago Parque - Londrina - PR
Fone: (43) 3324-1212 - E-mail: contato@hospitalotocentro.com.br
IMAGINACOM