Clique sobre o procedimento desejado:

Internação

Antes da internação

 

  • Realizar avaliação com anestesista (agendamento pelo telefone 43 3324-2130 ou na Rua Espírito Santo, 536 – Londrina);
  • 2 dias antes da cirurgia, entregar no hospital a guia de internação/cirurgia liberada pelo plano de saúde. A não entrega da guia, com antecedência, pode implicar no cancelamento da cirurgia;
  • 12 horas antes da cirurgia, iniciar jejum absoluto de líquidos e sólidos;
  • Caso faça uso de alguma medicação, questione o serviço de anestesia do hospital sobre o uso ou a suspensão antes da cirurgia;
  • Em caso de gripe ou resfriado, com sintomas como febre ou tosse, na semana que antecede a cirurgia, ligar para o seu médico para confirmar, ou não, a cirurgia;
  • Em casos de imprevistos que impeçam a internação no dia agendado, favor avisar o médico e o hospital imediatamente, ligando para (43) 3324-1212.

No dia da internação

  • O horário da internação será definido pelo médico ou a secretária;
  • Apresentar os seguintes documentos na recepção do hospital: RG, CPF do paciente e acompanhante. Se for criança, a certidão de nascimento;
  • Exames pré-cirúrgicos (laboratoriais, tomografias, eletrocardiogramas, raio-X, entre outros);
  • É aconselhável a presença de um acompanhante;
  • Caso faça uso de medicamentos para doença crônica (pressão, coração, diabetes, convulsão, entre outras), favor apresentar medicação;
  • Pacientes que tenham alimentação especial devem trazê-la;
  • Não é necessário trazer troca de roupa porque o paciente usará vestimenta do hospital;
  • É recomendado trazer objetos de uso pessoal, como chinelos, pente, sabonete, escova e creme dental, e, se preferir, roupa de banho;
  • Não é permitido:

- Uso de anel, brinco, grampos e presilha de cabelos, pulseira, colar, piercing ou qualquer outro tipo de metal;

- Uso de maquiagem, esmalte, talco, perfumes ou cremes;

- Uso de lentes de contato e próteses;

- Chegar ao hospital com o cabelo molhado;

- Visita de crianças menores de 12 anos;

  • Mesmo após a internação, se o anestesista constatar que o paciente não apresenta condições ideais para a anestesia, como secreção pulmonar, febre, tosse, crise hipertensiva ou ainda se os exames pré-operatórios forem insuficientes, a cirurgia será imediatamente suspensa, devido ao alto risco;
  • A enfermaria dá direito a um acompanhante e o horário de visitas é das 15h às 16h;
  • Em apartamento, o paciente tem direito a dois acompanhantes, e as visitas são liberadas;
  • A alta do paciente ocorre, normalmente, no final da tarde ou início da noite;
  • O paciente não pode dirigir veículos logo após a alta hospitalar;
  • Mais informações ou dúvidas entrar em contato com Shyrlis pelo telefone (43) 3324-1212.

Cirurgia de Amigdalectomia (Criança)

Alimentação
  • 1º ao 2º dia
Dieta: líquida, fria e gelada. Exemplos: sorvete, leite e iogurte
Evitar: alimentos com sal
 
  • 3º ao 4º dia
Dieta: líquida e pastosa; gelada, fria e morna. Exemplos: mingau, vitaminas, sopas e gelatina
Evitar: alimentos quentes e duros. Exemplos: torradas e bolacha seca. Eles podem irritar a garganta
 
  • 5º dia
Dieta: alimentação livre. Pode-se comer o que conseguir engolir
Evitar: exposição ao sol e exercícios violentos
 
Ocorrências normais e como agir
 
  • Dores de garganta e ouvidos
Administrar o analgésico receitado pelo médico: para adultos e crianças acima de 12 anos,  tomar de 25 a 40 gotas da medicação, e para menores de 12 anos, 1 gota por quilo de peso, de 3 a 4 vezes ao dia
 
  • Mau hálito pode ocorrer do 2º ao 10º dia
Quando o mau hálito for intenso, aconselha-se fazer bochechos com antisséptico bucal
 
  • Febre
É considerada normal temperatura até 38ºC. Acima disso, administrar o antitérmico e, se persistir, entrar em contato com o médico
 
  • Placas brancas na garganta
São fibrinas de cicatrização, que desaparecem até o 10º dia
 
  • Prisão de ventre
É comum nos primeiros 10 dias. É indicado o consumo de frutas como mamão e ameixas

Cirurgia de Amigdalectomia (Adulto)

Alimentação
  • 1º ao 4º dia
Dieta: líquida, fria e gelada. Exemplos: sorvete, leite e iogurte
Evitar: alimentos com sal
 
  • 5º ao 8º dia
Dieta: líquida e pastosa; gelada, fria e morna. Exemplos: mingau, vitaminas, sopas e gelatina
Evitar: alimentos quentes e duros. Exemplos: torradas e bolacha seca. Eles podem traumatizar a garganta
 
  • 9º dia
Dieta:  alimentação livre. Pode-se comer o que conseguir engolir.
Evitar: exposição ao sol e exercícios violentos
 
Ocorrências normais e como agir
 
  • Dores de garganta e ouvidos
Administrar o analgésico receitado pelo médico: para adultos e crianças acima de 12 anos,  de 25 a 40 gotas da medicação, e para menores de 12 anos, 1 gota por quilo de peso, de 3 a 4 vezes ao dia
 
 
  • Mau hálito pode ocorrer do 2º ao 10º dia
Quando o mau hálito for intenso, aconselha-se fazer bochechos com antisséptico bucal
 
  • Febre
É considerada normal temperatura até 38ºC. Acima disso, administrar o antitérmico e, se persistir, entrar em contato com o médico
 
  • Placas brancas na garganta
São fibrinas de cicatrização, que desaparecem até o 10º dia
 
  • Prisão de ventre
É comum nos primeiros 10 dias. É indicado o consumo de frutas como mamão e ameixas

Cirurgia de ouvido

  • Dieta normal, evitando apenas alimentos duros de difícil mastigação
  • Não se preocupar com a audição nos dois primeiros meses
  • Evitar resfriados
  • Não fazer esforços físicos
  • Não deitar sobre o ouvido operado durante duas semanas
  • Não molhar o ouvido. Protegê-lo com algodão em óleo de amêndoa ou Johnson
  • Não assoar o nariz. Se espirrar, fazê-lo com a boca aberta
  • Entrar em contato com a clínica em caso de febre ou purgação (secreção) no ouvido operado

Exame de Polissonografia

  • Evite uso de bebida alcoólica no dia do exame, já que o álcool pode prejudicar o exame
  • Leve seus objetos pessoais para dormir (pijama, chinelo, escova e pasta dental)
  • Leve seu travesseiro (caso costume estranhar dormir sem ele)
  • A medicação habitual deve ser mantida. Lembre-se de trazer seus remédios
  • Não mude sua rotina de horários e alimentação (sono, cigarro, cafeína e atividade física)
  • Lave o cabelo e venha com ele seco. Não use condicionador, gel, spray ou laquê
  • Se você fez escova progressiva, aguarde pelo menos um mês para realizar o exame
  • Lembre de barbear-se antes do exame
  • Não use esmalte escuro (vermelho, preto, marrom, azul escuro, entre outros)

Exame de Vectoeletronistagmografia

  • 3 dias antes do exame, evitar o uso de qualquer medicação para tontura
  • Jejum de 3 a 4 horas antes do exame
  • No dia do procedimento, não usar maquiagem
  • 24 horas antes do exame deve-se evitar:
    • Remédios para fadiga e stress
    • Analgésicos
    • Antidepressivos
    • Remédios para dormir
    • Anticonvulsivantes
    • Álcool e cigarro
    • Chá, café e refrigerantes
Home | Hospital | Especialidades | Corpo Clínico | Exames | Cirurgias | Convênios | Orientações | Notícias | Contato
Hospital Otocentro - Rua Martin Luther King, 635 - Jardim Lago Parque - Londrina - PR
Fone: (43) 3324-1212 - E-mail: contato@hospitalotocentro.com.br
IMAGINACOM